Peixes Abissais

29 08 2010

Os cientistas ainda têm muitas dúvidas a respeito da vida dessas criaturas estranhas. Considerado o maior ecossistema do planeta, a região abissal dos oceanos – abaixo de 2 mil metros – cobre 60% da superfície global. Nela, reina a escuridão, a temperatura varia de 0 a 4 ºC e a pressão é capaz de esmagar um cilindro de oxigênio, ou uma baleia(como exemplo). Os seres que vivem nesse lugar tão inóspito desenvolveram sofisticadas estratégias de sobrevivência. Mais da metade das criaturas abissais é capaz de produzir sua própria luz, o que é chamado de bioluminescência. “A luz é produzida por pequenos órgãos conhecidos como fotóforos, num fenômeno similar ao dos vaga-lumes”, diz o biólogo Alessandro Augusto Rogick Athiê, da Universidade de São Paulo (USP). Os peixes abissais também são quase sempre carnívoros, pois a quantidade de algas onde eles vivem é pequena. Por causa da escassez de comida, muitas espécies têm dentões monstruosos, para garantir, sem vacilos, a captura de qualquer presa que passe por perto.

“Eles não sabem quando vão comer novamente”, afirma o biólogo americano Homer Montgomery, da Universidade do Texas.

Mergulhe nessa

Na livraria:

Deep Sea Fishes, Randall, D. J., Academic Press, 1997

Na internet:

http://www.caiuaficha.com.br/ciencia/peixes.html

http://www.extremescience.com/DeepestOcean.htm

Acesse> http://www.seasky.org/deep-sea/deep-sea-menu.html

Aquário de dar medo

A partir de 1 000 metros há serpentes enormes e seres com dentes assustadores

1. Serpente lendária

O peixe-remador (Regalecus glesne), ou peixe-fita, pode atingir 16 metros de comprimento e pesar cerca de 46 quilos. É possível que ele seja um dos grandes responsáveis pelas antigas lendas sobre serpentes marinhas relatadas por pescadores em séculos passados

 

2. Tubarão mergulhador

O tubarão-de-seis-brânquias (Hexanchus griseus) é encontrado em profundidades de até 2 mil metros e recebeu esse nome porque a maior parte dos tubarões tem apenas cinco fendas branquiais. Ele cresce até 6 metros e se alimenta de uma variedade de animais, incluindo crustáceos, peixes e mamíferos marinhos

3. Cruel empalador

O peixe-víbora (Chauliodus sloani) é um dos mais ferozes predadores do mar. Sua boca grande e pontuda tem dentes similares a caninos, usados para empalar suas vítimas. De tão grandes, os dentes não cabem dentro da boca, curvando-se para trás, bem próximo aos olhos. O peixe-víbora atinge até 60 centímetros

4. Luz própria

O peixe-lanterna (Symbolophorus barnardi) recebeu esse nome devido à sua capacidade de produzir luz, emitida por órgãos localizados na cabeça, na lateral do corpo e no rabo. Ele cresce até 15 centímetros e passa o dia em profundidades que chegam a 1 500 metros – embora suba mais perto da superfície à noite

5. Diabo marinho

A aterrorizante aparência do peixe-pescador-de-mar-profundo (Melanocetus johnsonii) lhe rendeu um outro nome bem apropriado: diabo-negro. Mas, apesar dos dentes ameaçadores, ele não tem mais que 13 centímetros de comprimento. A “lanterninha” que possui é um prolongamento (bioluminescente) da espinha dorsal e serve de isca para atrair presas – daí o nome de peixe-pescador

6. Dragão de cavanhaque

Chamado peixe-dragão-de-mar-profundo (Grammatostomias flagellibarba), esse é outro bicho estranho que tem muito mais pose de mau do que tamanho – chega a cerca de 15 centímetros. Ligado ao seu queixo há um barbilhão, um longo apêndice carnoso. A ponta desse “cavanhaque” em forma de fio também emite luz para seduzir presas

7. Resto é com ele

O peixe-ogro (Anoplogaster cornuta) vive em águas profundas extremas, a cerca de 5 300 metros. Como o alimento nessas profundidades é bastante escasso, ele acaba se alimentando de tudo o que encontra pela frente, principalmente restos de animais mortos que caem de profundidades menores

8. Ermitão sem olhos

O peixe encontrado na maior profundidade até hoje só tem nome científico: Abyssobrotula galatheae. Exemplares da espécie foram localizados a 8 372 metros de profundidade no mar do Caribe. Ele parece não ter olhos, mas que diferença isso faz num lugar onde reina a escuridão?

Bibliografia:

http://mundoestranho.abril.com.br/mundoanimal/pergunta_286831.shtml

Anúncios

Ações

Information

5 responses

30 08 2010
Paulo Athayde

Olá!

Gostei do seu blog e queria propor parceria. Dê uma olhada no meu blog [ http:/metanoverde.blogspot.com ]e entre em contato comigo.

Um abraço

30 08 2010
sahcmira

Olá,
Muito interessante seu blog! Parabéns pela iniciativa de querer fazer pessoas se conscientizarem dos problemas e curiosidades da natureza também!
Já coloquei seu banner no blog. Enviarei um email para você ter o meu também. ^^
Abraços!

24 11 2010
Lívia Samara

Vamos fazer uma feira de ciências láah da minha escolaa e esse site me ajudou muito porque éeh sobre peixes abissais e tau’s ee a nosso camisetaa éeh do desenhoo do diabo marinhoo…
Adoreii *=)

24 11 2010
sahcmira

Olá amiga! Que bom que ajudou, estava pensando em estender essa matéria dos peixes abissais, pois ela está pequena, eu não achei muita coisa sobre, mas vou pesquisar mais a fundo para colocar maiores novidades! Beijos! Obrigada pela visita!
Volte sempre!

2 05 2011
Bella

Olá!!! Adorei o seu blog!!! Ele é ilario, fantástico, maravilhoso!!! Este peixe Diabo-Marinho é horroroso!!! Estou fazendo um trabalho com a minha turma, e este blog tem seis peixes ilarios que vamos colocar neste trabalho!!!

Beijoocassssss para todos vcs e para o criador(a) deste blog!!!

Beijoosssss Bella(Isabella)…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: