Conheça a comovente história do Leão Christian!

31 08 2010

Uma das mais belas histórias de animais já contadas ou vistas. Um dos vídeos mais visitados em todos os tempos desde o lançamento do Youtube. Uma história comovente que meche com a sensibilidade de qualquer pessoal. Resume tudo de belo e maravilhoso que são os animais e grande incentivo para que o mundo os veja de forma diferente e não como produtos, mas como seres sensíveis, inteligentes e amorosos que devem ser defendidos a todo o custo contra essa maioria de homens insensíveis, interesseiros e cruéis que vivem pela barriga e não pela cabeça.

A história começou quando John Rendall e Anthony’Ace’Bourke, dois australianos que viviam em Londres encontraram na loja de departamentos Harrods, no setor de animais exóticos, um leãozinho. Comovidos por saber do futuro incerto do animal, resolveram comprá-lo.

Assim, ambos, junto com suas namoradas Jennifer Mary e Unity Jones, cuidaram do animal, que recebeu o nome de Christian, até que tivesse um ano de idade. Logo pelo tamanho do leão, perceberam que não poderiam ficar com ele por muito tempo, pois além do tamanho, os custos para alimentá-lo também era considerável.
Por sorte, certo dia apareceu na loja de móveis de Rendall e Bourke, onde trabalhavam e onde também Christian ficava durante o dia, Bill Travers e Virginia McKenna, estrelas do filme “Born Free”, que ao saberem da história de Christian, recomendaram que eles pedissem a ajuda de George Adamson, conservacionista kenyano, que junto com sua esposa fora assunto do filme.

E assim foi feito. Adamson então se prontificou a ajudar a adaptar o leão para a vida selvagem na Reserva Nacional de Kora. Christian foi levado à Reserva e aos poucos Adamson o foi introduzindo entre os leões lá existentes. De inicio foi apresentado a Boy, um leão mais velho e depois para a fêmea Katiana, para ver se eles formavam um novo bando. Entretanto uma série de acontecimentos trágicos ocorreu com os leões. Katiana provavelmente foi devorada por crocodilos enquanto bebia água e outra fêmea foi morta por leões selvagens. Com esses acontecimentos Boy, que seria o chefe ficou tão descontrolado que um dia atacou um homem fatalmente e acabou sendo morto pelo próprio Adamson.

Assim, Christian ficou sendo o único sobrevivente do bando inicial. Um ano após esses incidentes Christian já havia formado um bando na região de Kora, sendo ele o líder. Era o ano de 1971 e Adamson informou Rendall e Bourke sobre o sucesso alcançado com a recolocação de Christian na natureza.

Diante disso e já com muitas saudades do leão, Rendall e Bourke resolveram fazer uma visita. Adamson temeroso do que poderia acontecer já que se passara tanto tempo e possivelmente Christian não mais os reconheceria tornando o encontro perigoso ou mesmo trágico, recomendou que o encontro não se realizasse. Mas seus antigos donos insistiram e o encontro foi filmado transformando-se no documentário “Christian, The Lion at World’s End, que comoveria o mundo. O encontro

O filme mostra inicialmente um leão cauteloso que começa andando em direção aos dois. Em seguida na medida em que os reconhece, apesar de tanto tempo separados, ele apressa-se gradualmente até sair em disparada em direção aos dois e finalmente chega o momento mais comovente, atira-se com suas grandes patas nos ombros de seus amigos e os abraça fazendo mil festas e lambendo seus rostos como fazia quando pequeno. Essa cena é sem dúvidas para milhares de pessoas em todo o mundo, talvez a coisa mais bela que alguém possa ver em toda sua vida. O documentário mostra também as fêmeas Mona e Lisa e o filhote Supercub recebendo os dois homens, claro que devido à influência de Christian, pois os outros animais eram totalmente selvagens.

O encontro final de 1974

Nesta época Christian já tinha seu próprio bando e filhotes. Seu tamanho também havia mudado. Era quase duas vezes maior do que na ocasião do encontro de 1971. Algo inexplicável que aconteceu é que na verdade havia já 9 meses que não era visto por Adamson e este avisou seus donos que talvez a viagem pudesse ser em vão. Mesmo assim eles resolveram arriscar. A surpresa foi que ao chegarem à Reserva constataram que Christian e seu bando também haviam se dirigido para o local no dia anterior a sua chegada como que prevendo o encontro. Eis como Rendall descreve o encontro:

“Nos o chamamos, ele levantou e começou a caminhar em nossa direção, lentamente. Então, como se tivesse se convencido de que éramos nós mesmos, ele começou a correr ao nosso encontro, pulando sobre nós e nos abraçando, como ele costumava fazer, colocando suas patas sobre nossos ombros.” O encontro durou até o dia seguinte e foi a última vez que Christian foi visto. Leonardo Bezerra

Bibliografia:

http://jornalanimais.blogspot.com/2009/04/conheca-verdadeira-historia-de.html

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: