Platelmintos

22 11 2010

O que são platelmintos?

Os platelmintos são vermes com o corpo achatado (plathyes = achatado; helminthes = verme ), também chamados de vermes em forma de fita.

Introdução

São os primeiros animais a apresentar simetria bilateral. Isso quer dizer que esses animais têm o corpo formado por duas metades simétricas. Nós, por exemplo, somos bilaterais simétricos. Existe apenas um plano que divide imaginariamente nosso corpo em duas metades simétricas.

Alguns platelmintos, como as planárias, de vida livre, vivem na água ou na terra. Outros, como a tênia ou solitária e o esquistossomo, são parasitas de vertebrados, inclusive do homem.

A planária tem grande poder de regeneração: às vezes utiliza esta capacidade e divide-se assexuadamente ao meio. A metade anterior regenera a parte posterior e a metade posterior regenera a anterior.

Os platelmintos reproduzem-se, na grande maioria das vezes, sexualmente. Existem platelmintos hermafroditas (tênia e planetária) e platelmintos de sexos separados (esquistossomo).

Muitos platelmintos têm grande interesse médico pois causam doenças em vários animais, inclusive no homem. Para compreender como doenças são adquiridas, faz-se necessário o estudo do ciclo vital dos platelmintos parasitas.

Vejamos agora algumas doenças causadas por platelmintos:

  • Esquistossomose

A esquistossomose, também conhecida como barriga d’água, é doença causada pelo verme Schistosoma mansoni (esquistossomo). Esse verme parasita as veias do intestino, afetando também o fígado e as vias urinárias.
Ciclo da esquitossomose

A pessoa infectada, defecando em local inadequado, elimina os ovos do verme junto com as fezes. Se eles atingirem a água doce, desenvolvem-se em larvas chamadas miracídios. O miracídio precisa de um caramujo para continuar seu desenvolvimento. Não qualquer caramujo, mas só dos gêneros BiomphalariaPlanorbis. Após infestar o caramujo, o miracídio sofre inúmeras transformações e passa a chamar-se cercária. A cercária sai do caramujo e fica nas águas paradas dos lagos, açudes ou represas. Quando uma pessoa entra em contato com a água contaminada, seja lavando roupa, banhando-se ou brincando, a cercária penetra pela pele e circula através da corrente sangüínea, chegando ao fígado, onde torna-se adulta e o ciclo reinicia.

Como você pode perceber, o esquistossomo precisa de dois hospedeiros para se desenvolver completamente: um intermediário (que abriga as fases jovens do parasita) – o caramujo – e um definitivo (que abriga a fase adulta do verme) – o homem.

Assista ao vídeo sobre a esquitossomose;

Sintomas : Os sinais e sintomas da esquistossomose têm relação com a localização dos vermes no organismo humano. Os doentes apresentam, geralmente, aumento do tamanho do fígado e do baço e do volume abdominal.

Profilaxia: A profilaxia da doença faz-se pelo combate ao caramujo, que é hospedeiro intermediário. São também importantes as medidas relativas à educação sanitária, desincentivando o uso de água parada como lugar para banhos.

  • Teníase

A tênia é também chamada de solitária pois geralmente encontra-se apenas um verme no corpo do hospedeiro. Há dois tipos de solitárias: a Taenia solium e a Taenia saginata. Ambas são parasitas intestinais e causam doença chamada teníase, sendo que uma adquire-se ingerindo a carne de porco contaminada (Taenia solium) e a outra carne de vaca (Taenia saginata).

Tênia Solium acima;

————————————————————————————————–

Tênia Saginata acima;

O corpo desses animais é dividido em partes chamadas proglotes. São animais hemafroditas capazes de se autofecundar, sendo que os espermatozóides de uma proglote fecundam os óvulos de outra proglote de um mesmo animal. As proglotes depois de fecundadas e cheias de ovos são chamadas proglotes grávidas.

Junto com as fezes de um indivíduo contaminado saem as proglotes cheias de ovos. Esses ovos podem ser ingeridos por um porco ou vaca. Dentro do corpo do animal esses ovos dão origem a larvas que perfuram a parede do intestino e são conduzidas pelo sangue até os músculos (carne). Aí elas se desenvolvem, formando uma bolinha branca chamada cisticerco, também conhecida como canjiquinha e pipoca. Se o homem comer essa carne mal cozida ou mal passada, os cisticercos poderão desenvolver-se em seu intestino, dando origem a uma tênia.

Assista ao vídeo educativo sobre as tênias Parte 1

Assista ao vídeo educativo sobre as tênias Parte 2

Sintomas: Os sintomas da teníase são dores abdominais, alterações no apetite, diarréias e ocasionais nervosismos. A teníase é muito prejudicial à saúde, pois a tênia consome praticamente todo o alimento que a pessoa ingere, deixando-a bastante fraca.

Profilaxia : A profilaxia pode ser feita evitando-se comer carnes de porco ou de boi mal cozidas; através da construção de sanitários em locais adequados; do tratamento da água dos esgotos e da inspeção rigorosa da carne de porco e de boi nos abatedouros dos açougues.

Há uma forma ainda mais grave dessa doença que recebe o nome de cisticercose. Grave, e às vezes fatal, essa doença é contraída através da ingestão de ovos do verme em frutas ou verduras mal-lavadas. Quando isso acontece, repete-se no organismo humano aquilo que acontece no boi ou no porco: os ovos dão origem a larvas que atravessam a parede intestinal e atingem órgãos como o globo ocular, os pulmões e o cérebro. Os sintomas dessa doença dependem da localização dos cisticercos.

Bibliografia:

http://educar.sc.usp.br/ciencias/seres_vivos/seresvivos3.html

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: